Por que saí do face?


Resolvi dividir com vocês hoje essa imagem que resultou de um teste que fiz no face quando ainda estava nessa rede social.
Gostei demais, resume perfeitamente o que sinto e como me posiciono perante a vida.
À primeira vista parece uma afirmação agressiva, todavia, penso que todos têm que conduzir suas vidas independente da opinião alheia, todos. Portanto, ao dizer que não preciso da tua aprovação, também estou dizendo que te respeito profundamente nas tuas decisões, e a não ser que você venha me pedir um conselho, não vou dizer ou sequer sugerir o que deves fazer da tua vida.
Ao dizer que te respeito e não vou me meter na tua vida, estou reconhecendo tua capacidade de discernimento.
Por que saí do face? Essa rede social tornou-se um lugar de disputa pelo poder e de afirmação - de algumas pessoas - do parecer ser ao invés do ser verdadeiro. Uma rede de fofocas e compartilhamento de frivolidades e posts extremamente agressivos, onde os verdadeiros valores foram substituídos por palavras de baixo calão e narcisismo exacerbado.
Foi libertador perceber que não preciso daquele holofote ilusório, tão fácil de transformar o medíocre em pseudo famoso.
Foi libertador não precisar de alguém que me valide todos os dias.
Agora talvez fique a pergunta, estou me validando sozinha? Claro que não, mas a terapia é eficiente e realmente é ali que vou resolver meus conflitos.
Respeito profundamente todos que conseguem conviver bem no face, realmente para quem sabe filtrar e não se deixa impregnar por alguns posts agressivos e vulgares, é um bom lugar de convivência que pode perfeitamente unir-se à convivência real, face a face.
Que seja usado para somar, essa é a ideia.

Uma semana abençoada a todos!
Fonte da imagem:
http://www.publicdomainpictures.net/view-image.php image=16206&picture=flores-no-cabelo

Comentários

sandra mayworm disse…
Oi, Jeanne!
Muitas vezes pensei em sair do Face book. Nem uma nem duas. Realmente se tornou uma rede social agressiva, escarnecedora e outros adjetivos. Não afirmo que vou sair mas estou procurando saídas...obrigada por ter escrito essa postagem que me levou a refletir sobre minha postura lá.
Um abraço!

Postagens mais visitadas deste blog

O lado bom da vida.

O sentido da vida.

A arte de ser feliz.