Decifra-me.

Imagem: google

Olha-me, mesmo que seja um fragmentado olhar,
ainda que descubras as partes des-cobertas
de minha alma criança...
Olha-me, amor, na ânsia do encontro...
Tenho tesouros escondidos
nos cantos coloridos de minha alma adulta.
Descubra-me.
Decifra-me.

Jeanne Geyer

Comentários

sandra mayworm disse…
Maravilhoso, Jeanne!

Postagens mais visitadas deste blog

O lado bom da vida.

O sentido da vida.

Amor sem limites.