Urgências...

É preciso que sejamos sinceros de novo, ainda uma vez, nem que seja a última.  Antes que eu canse de pendurar teu terno no cabide novo, antes que te esqueças de tirar meu batom e me amar no sofá desbotado da nossa sala de estar.



Jeanne Geyer

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O lado bom da vida.

O sentido da vida.

Amor sem limites.