Sutil.

Sei que me queres
captar,
possuir,
dominar...


Estou no sorriso escondido,
no perfume da flor,
no olhar que passa fugidio...


Sou da vida, sou do mundo, sou ligeira...


Do desenho sou o esboço,
da cachoeira o Arco Iris,
da estrada sou o vento,


do vento
a brisa que agita levemente
o perfume que a flor exala.


Do poema sou a emoção,
da emoção sou a essência...
da essência sou...
Sopro
Sussurro,
Brumas
E manhãs orvalhadas.


Se dentro de uma gota de orvalho 
me encontrares, serei tua.


Jeanne Geyer

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O lado bom da vida.

O sentido da vida.

Amor sem limites.