Chutando o balde.

“Tem dias que a gente se sente como quem partiu ou morreu...” - Chico Buarque.

Bem, estou chutando baldes, muitos baldes hoje. Tem um limite para a paciência e tem dias que rompem todas as represas duramente construídas para minimante suportar a dureza da vida.
Hoje especialmente estou muito incomodada com o projeto de terceirização e a malfadada reforma da previdência.

Que venham os baldes! Muitos baldes!

Jeanne Geyer

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O lado bom da vida.

O sentido da vida.

A arte de ser feliz.